Contexto Paulista: PIB do Estado sinaliza tendência de crescimento no 2º semestre

Wilson Marini

O Produto Interno Bruto (PIB) calculado pela Fundação Seade para o Estado de São Paulo cresceu 0,7% no trimestre encerrado em junho de 2019, em relação ao trimestre anterior, segundo divulgou a entidade. O aumento se deu no setor de serviços (0,5%) e na indústria (2,1%), com variação negativa na agropecuária (-0,9%). O PIB paulista do segundo trimestre de 2019 foi estimado em R$ 584,1 bilhões. Na comparação entre o acumulado nos últimos quatro trimestres e o dos quatro trimestres imediatamente anteriores, a economia avançou 1,3%. Para o ano de 2019, as projeções atuais de crescimento da economia paulista são de 1,3% (mínimo) e 1,6% (máximo). Segundo a Seade, a média das projeções indica que o Estado poderá repetir este ano a taxa de crescimento de 2018, com a vantagem de apontar “tendência ascendente de crescimento” neste segundo semestre e manter a trajetória da recuperação econômica iniciada em 2017.

37,9% dos empregos do país

Em julho de 2019, houve criação de 20.204 empregos no Estado de São Paulo, de acordo com estudo elaborado pela Fundação Seade com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No ano, o saldo no Estado elevou-se em 172.913 empregos, correspondentes a 37,9% dos postos gerados no país (total de 456.720 empregos). Em julho, houve variação positiva de geração de empregos na agropecuária (5.575 postos), serviços (8.325 postos), comércio (5.024 postos) e construção civil (1.654 postos).

Rota da Cerveja em evidência

São Paulo é segundo estado brasileiro em número de fábricas de cerveja (218 unidades). O turismo vai explorar essa condição por meio de cinco rotas cervejeiras já criadas, e que têm como epicentros Sorocaba, Serra da Mantiqueira, Ribeirão Preto, Região Metropolitana de São Paulo e Campinas e seu entorno. Esses destinos turísticos foram lançados esta semana no Mondial de la Biere – Festival Internacional de Cervejas, no Rio de Janeiro, evento que atraiu aproximadamente 40 mil pessoas. Na ocasião, foram divulgados também outros destinos turísticos paulistas, como os parques temáticos e as cavernas do Vale do Ribeira.

Frase turística

“Fazer do turismo uma área inovadora, transformadora e de alta seriedade é o nosso objetivo no Estado de São Paulo. Peço aos prefeitos que usem os recursos para aquilo que gere empregos e oportunidades para a população. O turismo é a área que mais pode oferecer empregos, do mais simples ao que exige maior qualificação” – governador João Dória, ao assinar convênios para a liberação de recursos às prefeituras para investimento no turismo local.

Prêmio à vista

Entidades das administrações diretas (secretarias, diretorias e departamentos de Turismo) ou indiretas (fundações públicas) dos municípios poderão concorrer ao Prêmio Nacional do Turismo de 2019. A iniciativa, do Ministério do Turismo, pretende identificar, reconhecer e premiar ações de destaque do turismo e profissionais que tenham inovado ou trabalhado de forma proativa para o desenvolvimento das atividades turísticas no país. A informação é da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Agricultura em alta

O valor da produção agrícola atingiu R$ 343,5 bilhões em 2018, alta de 8,3% em relação ao ano anterior, segundo o IBGE. As dez principais culturas (soja, cana-de-açúcar, milho, café, algodão herbáceo, mandioca, laranja, arroz, banana e fumo) representaram aproximadamente 85% do total.

 Pauta na Assembleia

  • A CPI da Venda de Animais recebeu representantes das polícias para que falassem sobre os aspectos técnicos que envolvem o transporte clandestino de animais, bem como sobre as denúncias de maus tratos.
  • Lançado na Alesp o Comitê Paulista pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, que pretende coordenar ações com a finalidade de diminuir a taxa de homicídios entre a população dessa faixa etária.

 Seguem as audiências regionais

É a vez de São José dos Campos realizar a audiência pública regional sobre o orçamento estadual de 2020. Será na Câmara Municipal nesta segunda-feira (9) às 15 horas. No dia 25/9, o secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles, discutirá o orçamento na Assembleia. O governador tem até o dia 30 para enviar a peça orçamentária à Assembleia. Depois, serão incluídas emendas propostas pelos deputados. Estas poderão ser inspiradas em sugestões e reivindicações que estão sendo colhidas nas audiências pelo Estado. A série de audiências termina dia 23 de outubro, na capital.

E mais

  • A indústria da região de Araraquara criou cerca de 1,1 mil empregos de janeiro a julho de 2019, segundo o portal A Cidadeon. O saldo é 2,38% maior do que o mesmo período do ano passado.
  • O câmpus da Unesp de Bauru inaugurou o Espaço de Criatividade e Inovação onde serão oferecidas consultorias a empreendedores selecionados.
  • A campanha nacional Setembro Amarelo, com a cor símbolo do sol, que faz alusão à vida, à properidade e à felicidade, visa chamar atenção da população para a importância do diálogo e da prevenção ao suicídio e à depressão.