11/05/2015
 
APJ destaca mídia regional em Brasília
(Rede APJ)
 
Com a presença de 80 parlamentares e empresários de comunicação da imprensa regional brasileira de 20 estados, foi reinstalada nesta quinta-feira a Frente Parlamentar em Apoio e Fortalecimento à Mídia Regional, na Câmara dos Deputados, em Brasília. O evento serviu de posse para o novo presidente da Frente, o deputado federal Pedro Francisco Uczai, de Santa Catarina. Carlos Zaratini, de São Paulo, que liderava a frente, passou à vice-presidência.

Estiveram presentes o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Edinho Silva, o secretário executivo do Ministério das Comunicações, Luís Antônio Alves de Azevedo, e o presidente da Associação Paulista de Jornais (APJ), Renato Zaiden, convidado de honra à mesa e que fez pronunciamento em defesa da mídia regional.

Em nome da APJ, entidade que representa 14 dos principais jornais regionais paulista, cujas tiragens somam a maior circulação em rede de jornais diários do País, Renato Zaiden, convidado a falar em nome da imprensa, se pronunciou destacando aos parlamentares, empresários e dirigentes de entidades o papel relevante da mídia regional para fazer a interlocução pública, independente e transparente entre o governo e a sociedade.

Zaiden disse que especialmente nesse momento crítico que o Brasil atravessa, que os políticos devem uma resposta à sociedade, se posicionando claramente, evitando a generalização que leva ao descrédito e ao enfraquecimento da democracia, e que para aqueles que tem atitudes e um trabalho sério, esta é uma grande oportunidade de mostrar o contrário.

“Isso se dará com atitudes sérias e ampliação dos homens públicos na interlocução com a sociedade, em especial em suas bases. A interlocução deve ser mais ampla, constante, com aprofundamento da prestação de contas de suas atuações, exposição e debate dos projetos”. Destacou que isso se faz com muito maior abrangência e eficácia através da mídia regional e local.

Em sua fala, o presidente da APJ, que dirige o Grupo Cidade de Comunicação, com atuação em Bauru e outras regiões do Estado, ressaltou sua relação com o ministro Edinho Silva, desde os tempos em que este foi vereador e prefeito de Araraquara, onde a convivência entre o jornalismo e a política se fez de forma independente, respeitosa e amistosa, ressaltando que com um “DNA de homem o Interior”, Edinho conhece na prática as mídias regionais e que dessa forma poderá ampliar e acelerar os avanços nessa direção. Zaiden finalizou destacando que a grande boa notícia do setor é que a mídia regional brasileira cresce e se mantém na liderança não apenas no papel, no caso dos jornais, mas lidera também em suas regiões nas audiências digitais em seus portais, sites e mídias sociais.

Edinho Silva

O ministro Edinho Silva se pronunciou a seguir, ressaltou essa relação histórica com a mídia regional, agradeceu as presenças, confirmou sua proximidade com a relevância da mídia regional, desde Araraquara, citando a fala do presidente da APJ, Renato Zaiden. “Penso que toda a iniciativa parlamentar que tem por objetivo tratar da democratização da comunicação e o fortalecimento da mídia regional é salutar e deve ser incentivada”, disse o ministro Edinho Silva. “Tenho dito isso em todos os momentos: informar o cidadão não é uma concessão, é uma obrigação do governo, das instâncias do estado brasileiro. Reafirmo o meu compromisso imenso e a disposição total em dialogar com a Frente e com as entidades representativas da imprensa regional”.
O ministro-chefe da Secom disse ainda que as portas da Secom estarão “escancaradas” para ampliar até agora os avanços conseguidos e que em sua opinião foram muitos e poderão ser ainda maiores. Esse é o objetivo da Secom, disse o ministro.
Estiveram presentes ainda ao encontro, entre outros, o presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Daniel Pimentel Slaviero, e o presidente da Associação Nacional dos Jornais do Interior do Brasil (Adjori Brasil), Miguel Ângelo Gobbi.

O que é a Frente

A Frente Parlamentar em Apoio e Fortalecimento à Mídia Regional, da Câmara dos Deputados, foi instalada em fevereiro de 2008, idealizada pelo então deputado Carlos Vignatti e vem sendo reinstalada a cada nova legislatura. Os deputados eleitos em 2014 tomaram posse dia 1º de fevereiro para o mandato até 2019. Dos 513 parlamentares que compõem a Câmara dos Deputados, exatamente 199 fazem parte da Frente como signatários das causas e proposições defendidas por ela.
Entre jornais de diferentes portes e periodicidades, portais de notícias e emissoras de rádio e TV, existem aproximadamente 10 mil veículos de comunicação com sede em cidades do interior do país.
“Quando fortalecemos a imprensa regional, ampliamos os canais de diálogo entre o governo e a sociedade”, disse o deputado Uczai. “A crise política requer uma nova forma de comunicação, com o fortalecimento de conteúdos que atendam os anseios das nossas regiões. Precisamos ‘falar’ com essa população”. Para ele, entre os desafios estão em sensibilizar o governo federal para uma maior descentralização da publicidade oficial e em desburocratizar a relação entre o governo federal e os veículos de imprensa do interior.

Rede APJ

Em Brasília, os 14 jornais associados da APJ são representados pelo escritório da Central de Diários, cujo diretor executivo é Adriano da Fonseca Kalil Escada. Kalil defende que a mídia regional garante a pluralidade: “Por conhecerem e falarem a mesma linguagem dos locais e regiões onde estão inseridos, a eficiência no processo de comunicação torna-se ainda maior”.
A APJ possui a maior circulação em rede de jornais independentes do país. Os 14 jornais são líderes regionais e atuam no maior mercado consumidor brasileiro, o Interior Paulista. A tiragem auditada somada é de 340 mil exemplares aos domingos e 240 mil em dias de semana.